CAMOCIM CEARÁ

Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra; Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque eles serão fartos; Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia; Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus; Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus; Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus; Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo o mal contra vós por minha causa.(Mt.5)

sábado, 28 de maio de 2016

MISSA COM PADRE MARCELO

EVANGELHO PARA TERÇA-FEIRA

SÃO Francisco

Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas.
1 39 Naqueles dias, Maria se levantou e foi às pressas às montanhas, a uma cidade de Judá.
40 Entrou em casa de Zacarias e saudou Isabel.
41 Ora, apenas Isabel ouviu a saudação de Maria, a criança estremeceu no seu seio; e Isabel ficou cheia do Espírito Santo.
42 E exclamou em alta voz: "Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre.
43 Donde me vem esta honra de vir a mim a mãe de meu Senhor?
44 Pois assim que a voz de tua saudação chegou aos meus ouvidos, a criança estremeceu de alegria no meu seio.
45 Bem-aventurada és tu que creste, pois se hão de cumprir as coisas que da parte do Senhor te foram ditas!"
46 E Maria disse: "Minha alma glorifica ao Senhor,
47 meu espírito exulta de alegria em Deus, meu Salvador,
48 porque olhou para sua pobre serva. Por isto, desde agora, me proclamarão bem-aventurada todas as gerações,
49 porque realizou em mim maravilhas aquele que é poderoso e cujo nome é Santo.
50 Sua misericórdia se estende, de geração em geração, sobre os que o temem.
51 Manifestou o poder do seu braço: desconcertou os corações dos soberbos.
52 Derrubou do trono os poderosos e exaltou os humildes.
53 Saciou de bens os indigentes e despediu de mãos vazias os ricos.
54 Acolheu a Israel, seu servo, lembrado da sua misericórdia,
55 conforme prometera a nossos pais, em favor de Abraão e sua posteridade, para sempre.
56 Maria ficou com Isabel cerca de três meses. Depois voltou para casa".
Palavra da Salvação.

DO SALMO DE TERÇA

Jesus Cristo Palavras De Deus

E direis naquele dia: “Dai louvores ao Senhor,
invocai seu santo nome, anunciai suas maravilhas,
entre os povos proclamai que seu nome é o mais sublime.
Louvai, cantando, ao nosso Deus, que fez prodígios e portentos,
publicai em toda a terra suas grandes maravilhas!
Exultai, cantando alegres, habitantes de Sião,
porque é grande em vosso meio o Deus santo de Israel!”

IGREJA CRISTÃ NO FACEBOOK PARA TERÇA

Igreja Cristã


15 O Senhor revogou a sentença pronunciada contra ti, e afastou o teu inimigo. O rei de Israel, que é o Senhor, está no meio de ti; não conhecerás mais a desgraça.
16 Naquele dia, dir-se-á em Jerusalém: "Não temas, Sião! Não se enfraqueçam os teus braços!
17 O Senhor teu Deus está no meio de ti como herói Salvador! Ele anda em transportes de alegria por causa de ti, e te renova seu amor. Ele exulta de alegria a teu respeito
18 como num dia de festa. Suprimirei os que te feriram, tirarei a vergonha que pesa sobre ti".
Palavra do Senhor.

MENSAGEM DA TERÇA

Camocim-Ceará Blogspot.com.br
Maria sua visita a Isabel, levando no seio o vosso Filho, fazei-nos dóceis ao Espírito Santo, para cantar com ela o vosso louvor. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.
OUTRA SEMANA DE LUTA,DE CONVERSARMOS COM DEUS E DE AMAR O IRMÃO,DE PERDOAR E ORAR.

EVANGELHO DA SEGUNDA-FEIRA

Nossa Senhora - Mãe De Jesus Cristo
Evangelho (Marcos 12,1-12)
Aleluia, aleluia, aleluia.
Jesus Cristo, a fiel testemunha, primogênito dos mortos, nos amou e do pecado nos lavou, em seu sangue derramado (Ap 1,5).
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Marcos.
12 1 E Jesus começou a falar-lhes em parábolas. “Um homem plantou uma vinha, cercou-a com uma sebe, cavou nela um lagar, edificou uma torre, arrendou-a a vinhateiros e ausentou-se daquela terra.
2 A seu tempo enviou aos vinhateiros um servo, para receber deles uma parte do produto da vinha.
3 Ora, eles prenderam-no, feriram-no e reenviaram-no de mãos vazias.
4 Enviou-lhes de novo outro servo; também este feriram na cabeça e o cobriram de afrontas.
5 O senhor enviou-lhes ainda um terceiro, mas o mataram. E enviou outros mais, dos quais feriram uns e mataram outros.
6 Restava-lhe ainda seu filho único, a quem muito amava. Enviou-o também por último a ir ter com eles, dizendo: ‘Terão respeito a meu filho!’
7 Os vinhateiros, porém, disseram uns aos outros: ‘Este é o herdeiro! Vinde, matemo-lo e será nossa a herança!’
8 Agarrando-o, mataram-no e lançaram-no fora da vinha.
9 Que fará, pois, o senhor da vinha? Virá e exterminará os vinhateiros e dará a vinha a outro.
10 Nunca lestes estas palavras da Escritura: ‘A pedra que os construtores rejeitaram veio a tornar-se pedra angular.
11 Isto é obra do Senhor, e ela é admirável aos nossos olhos’?”
12 Procuravam prendê-lo, mas temiam o povo; porque tinham entendido que a respeito deles dissera esta parábola. E deixando-o, retiraram-se.
Palavra da Salvação.

REAL MADRID CONQUISTA A LIGA DOS CAMPEÕES DA EUROPA


Com emoção até o último instante, o Real Madrid conquistou pela 11ª vez o título da Liga dos Campeões. Maior vencedor do torneio, a equipe merengue precisou das cobranças de pênaltis para bater o rival Atlético de Madrid, após 1 a 1 no tempo regulamentar. Para a infelicidade dos Colchoneros, o lateral Juanfran, que fez boa partida, acabou mandando na trave a sua cobrança. Em seguida, Cristiano Ronaldo marcou o seu e deu o título aos Blancos.

O português teve a honra de bater o último pênalti, terminou como artilheiro da Liga dos Campeões, com 16 gols, mas em campo ele esteve apagado, bem aquém do que rendeu durante a competição. Sergio Ramos fez novamente sobre o Atlético, também de cabeça, mas Carrasco empatou na segunda etapa, dando mais emoção à decisão, que foi disputada no Estádio San Siro, em Milão.

O Atlético de Madrid entrou em campo com uma mudança na defesa. Simeone colocou Savic no lugar de Giménez, apostando no melhor aproveitamento do montenegrino nas bolas aéreas. O treinador argentino tinha ciência que o Real era perigoso no quesito. E o Cholo tinha razão.

O Real tinha dificuldades para sair da marcação do Atlético nos primeiros minutos e apostou exatamente nas jogadas pelo alto. Benzema perdeu um gol incrível após falta cobrada por Bale, mas Oblak apareceu como uma parede em sua frente.

Infelizmente para o Colchonero, o raio caiu duas vezes no mesmo lugar. Kroos bateu falta pela esquerda, Bale desviou e Sergio Ramos, impedido, abriu o placar. O zagueiro também foi o algoz do Atlético na final da Champions em 2013/14, ao empatar nos acréscimos a partida, que acabou com vitória merengue por 4 a 1.

Em desvantagem, o Atlético teve que sair para o jogo, mudando um pouco sua postura habitual de esperar o adversário. O Real mostrava também que sabe se defender, com Casemiro - um gigante na marcação -, Kroos e Modric, e Cristiano Ronaldo e Bale fechando os espaços pelas pontas.

Griezmann passou a ser mais acionado, levando perigo ao gol de Navas com duas finalizações. Mas era pouco para furar a bem montada defesa do Real Madrid.

Sem alternativas, o Atlético voltou mais ofensivo para o segundo tempo, com a entrada de Carrasco no lugar de Augusto Fernández. E a postura mais incisiva deu resultado logo aos dois minutos, quando Pepe derrubou Fernando Torres na área. Griezmann encheu o pé na cobrança, mas a bola foi caprichosamente no travessão.

A pressão do Atlético ficou cada vez mais intensa, com dois homens abertos pelas pontas: Griezmann pela direita e Carrasco pela esquerda, com Torres centralizado. A equipe atacava por baixo, por cima, e levava perigo por todos os lados. Em cobrança de escanteio, Godín desviou e Savic quase empatou. Os volantes do Real já não marcavam como no primeiro tempo e não conseguiam acompanhar o rápido time colchonero.

Aos poucos, o Real passou a colocar a bola no chão, apostando na experiência e na qualidade técnica para segurar o Atlético. E passou a utilizar as armas comuns do Colchonero. Em contra-ataque, Modric deixou Benzema na boa, mas Oblak segurou o chute do francês.

Pensando nos contra-ataques, Zidane tirou Benzema e lançou o jovem Lucas Vázquez. E a mudança deixou o Real mais veloz. Em jogada pela esquerda, Cristiano Ronaldo perdeu gol feito, chutando em cima de Oblak. No rebote, Bale chutou e o zagueiro tirou em cima da linha.

E o ditado mais famoso do futebol entrou em ação. Enquanto o Real martelava e perdia chance atrás de chance, quem chegou ao gol foi o Atlético. Gabi deu lindo lançamento para Juanfran, que cruzou na medida para Carrasco empatar.

O gol do Atlético forçou a prorrogação. As duas equipes sentiram muito o desgaste físico, principalmente o Real Madrid. Bale foi visto algumas vezes no chão com câimbras e Cristiano Ronaldo sentia o cansaço evidente. No segundo tempo do tempo extra, Filipe Luís sentiu uma lesão muscular e foi substituído, podendo ser um problema para a Seleção Brasileira para a disputa da Copa América. Com o jogo amarrado e as duas equipes esgotadas, o jogo foi para os pênaltis.

O Real Madrid foi perfeito em sua cobranças. Lucas Vázquez, Marcelo, Bale e Sergio Ramos haviam marcado para os Merengues quando Juanfran foi para a cobrança. Para desespero dos Colchoneros no Estádio San Siro, o lateral mandou na trave. E viu o astro Cristiano Ronaldo deslocar Oblak para decretar o 11º título da Champions ao arquirrival. O Atlético de Simeone foi valente, mas acabou perdendo o troféu nos detalhes. Festa branca em Madri!
FONTE:LANCE